Diego Brasileiro
como criar um artigo magnífico

Aprenda o Segredo para Entender Como escrever um artigo fantástico em 8 passos simples que fazem a diferença

Aprenda o Segredo para Entender Como escrever um artigo fantástico em 8 passos simples que fazem a diferença
5 (100%) 2 votes

Com certeza você já criou um artigo e depois de alguns dias, semanas ou até meses não houveram interações tais como: comentários, curtidas, compartilhamentos e participações do público que você quer atingir? Fique tranquilo, neste post iremos te mostrar os 8 passos fundamentais que irão fazer a total diferença para você aprender como escrever um artigo magnífico em pouco tempo.

O fato que contei acima, sobre a interação do seu público-alvo é super normal de acontecer, isso acontece com todo mundo, mas não continuará assim depois da sua leitura de hoje.

Logo em breve, mostrarei para você os 10 principais passos para criação de um artigo perfeito, através do meu conhecimento de mais de 4 anos escrevendo para grandes sites do Brasil.

Inclusive, eu tenho certeza que a regra de número 8 vai surpreender você, pois ela é uma etapa normalmente ignorada pela maioria dos sites que possuem blogs. E pode ter certeza, ela vai fazer total diferença.

Está preparado? Pois continue sua leitura para que você possa aplicar o conhecimento que você terá à partir de agora.

Definindo o tema e encontrando a palavra-chave ideal

Passo #1: Definindo o tema e encontrando a palavra-chave ideal

Eu tenho certeza absoluta que você deve ter diversas histórias ou ideias para passar para as pessoas que acompanham o seu blog.

Mas, a principal dúvida que chega em nossa mente é: será que o conteúdo que estou produzindo é o que os meus leitores realmente precisam?

Uma notícia maravilhosa é que tem como entender o que os seus visitantes querem aprender e consequentemente saber o que você irá escrever para prender a atenção e trazer o que o seu público precisa de você.

Para que possamos aqui criar uma forma melhor de entendimento, vou citar um exemplo usado aqui nosso blog DiegoBrasileiro.com.

Usaremos aqui como exemplo um artigo que não fora publicado ainda, sobre como criar blogs.

Nosso site Diego Brasileiro é um blog que ensina sobre marketing digital e marketing de conteúdo, no intuito de ajudar as pessoas a terem seu próprio negócio online, tendo mais tempo com a família, algo que somente com a nossa força de vontade conseguimos grandes resultados.

Sabendo desses pequenos grandes detalhes, um dos temas que podemos abordar para nosso público é sobre como criar um blog.

Afinal de contas, se o seu conteúdo é feito de forma memorável, mais pessoas irão acessar o seu site e consequentemente irão retornar e isso fará o seu público acompanhar o seu trabalho cada vez mais de perto.

Quando temos o tema definido, precisaremos agora validar a ideia inicial.

Para tal fim, precisaremos encontrar a palavra-chave que se encaixa perfeitamente neste contexto, assim como algumas outras que servirão para melhorar ainda mais as buscas pelo seu conteúdo com outras palavras-chaves.

Agora chegou o momento de usar a melhor ferramenta de todas: O Google.

Acesse também nosso artigo sobre o melhor curso de SEO do mercado!

Estudos de Métricas

Gosto sempre de usar para ler as métricas dos meus concorrentes da primeira página, a ferramenta MozBar, que é uma extensão do Google Chrome (navegador do Google). Falaremos em detalhes sobre o assunto um pouco mais na frente.

Além disso, também gosto de utilizar uma ferramenta paga chamada Ahrefs.

Nesse exemplo, usaremos o termo “criação de blogs”. Veja os resultados você mesmo na imagem logo abaixo:

criação de blog - imagem de métricas da primeira página do google

Com a extensão da MozBar conseguimos ver que há uma certa dificuldade para ranquear para essa palavra-chave, pois os primeiros sites possuem autoridades maiores que a minha.

  • PA (Page Authority) de 44;
  • DA (Domain Authority) de 53;
  • 568 links apontando para essa página, sendo 101 de referência. 

Resumindo:

Para que eu consiga ranquear essa palavra chave, vou ter que conseguir vários links para ela, melhorando assim o PA e DA do meu site e consequentemente um melhor posicionamento à longo prazo.

Essas são informações básicas, mas são o suficiente para você conseguir saber qual será a estratégia de SEO que você poderá usar para conseguir alcançar os primeiros resultados das pesquisas no Google.

Apenas uma breve explanação sobre esta parte técnica, precisamos planejar de forma correta a palavra-chave.

Precisaremos então agora procurar algumas palavras-chave relacionadas para avaliar as chances de ranqueamento e o termo ideal para usar neste posto, o intuito aqui é encontrar a melhor forma de conseguir ranquear para os mecanismos de busca, principalmente o Google, já que normalmente não se usam os outros como: Bing e Yahoo por exemplo.

Conhecendo o modelo ideal para a criação e entendendo o processo

Caso você já tenha feito alguma pesquisa de palavra-chave, você sabe da importância dessa etapa. Essa pesquisa é muito importante para crescer as buscas orgânicas para o seu site e criar posts de acordo com o que os seus leitores querem ler.

Mostrarei aqui a pesquisa na ferramenta que eu uso atualmente para isso: Keyword Tool, mas você pode fazer o Keyword Planner do próprio Google gratuitamente.

No próprio Keyword Tool você tem a possibilidade de fazer pesquisas de palavras relacionadas, mas se não me engano tem um limite para isso, já no Google é ilimitado.

Antes de escolher o termo “como criar um blog” ou “criação de blog” para ter mais ideais, faça a sua pesquisa em uma das duas ferramentas.

pesquisas relacionadas a palavra-chave de busca e perguntas relacionadas do google

Você pode perceber que o próprio Google lhe dar opções tanto de pesquisas relacionadas, como também de palavras chaves que as pessoas mais buscam.

Com isso em mãos, vamos para os próximos passos:

  • Selecionar os resultados que vão facilitar meu posicionamento (Palavras-chave com maiores pesquisas e menos concorrência);
  • Seleciono os termos mais buscados e escolho os principais, em seguida anoto tudo em um documento de texto como word;
  • Em seguida eu vejo a dificuldade de cada uma novamente no ahrefs e percebo quantos links terei que fazer para esse novo post.

Após essa análise eu percebi que a melhor palavra-chave para uso deste artigo fora: como criar um blog.

Esse é o termo principal e ele totaliza cerca de 54.000 buscas mensais.

Dificuldade de ranqueamento para uma palavra-chave

Através dessa imagem a própria ferramenta me fala quantos links serão necessários para eu conseguir pegar as primeiras colocações.

Neste caso são cerca de 12 sites lincando para o meu.

A próxima etapa agora é fazer a boa e velha análise de concorrência.

Analisando a Concorrência

Passo #2: Analisando a Concorrência

Você pode entender tudo sobre o assunto e achar que sabe mais do que qualquer um, mas se você depender somente do que você sabe sobre o assunto será um grande erro.

Analisar o que já tem funcionado no mercado é a melhor forma de você conseguir ter sucesso em seus conteúdos.

Normalmente nesta etapa gosto de me basear nas 3 primeiras colocações do Google.

Depois disso, vejo todo o artigo e leio, fazendo minhas anotações para poder produzir o meu.

Pontos que procuro entender sobre o site concorrente:

  • Quantidades de palavras usadas na criação do artigo (foram 1000, foram 2000 palavras);
  • Me atraí pela leitura, se sim quais pontos mais me atraíram;
  • Que linguagem está sendo usada no artigo;
  • Quantas imagens ou vídeos foram colocados no decorrer do texto;
  • Quantos links externos o artigo possui;
  • Qual é a quantidade de repetição usada na palavra-chave mãe;
  • Qual CTA (Call to Action) foi usado, ele é bom o suficiente na minha visão.

Tendo essas informações em mãos eu inicio a produção do conteúdo.

Muitas pessoas gostam de criar mapas mentais, eu particularmente não uso essa etapa, mas ela é bem viável também.

Se for para melhorar a produção do seu texto, agregue esse valor para o seu trabalho.

Neste artigo do Viver de Blog você pega rapidinho essa manha!

criando o artigo

Passo #3: Criando o artigo

Você deve ter reparado que até agora somente fizemos as análises necessárias e ainda não começamos nosso artigo certo?

Aqui está a grande diferença de um artigo que gera engajamento e considerado realmente único e memorável, pode acreditar que essas primeiras etapas vão fazer total diferença.

O intuito é criar um artigo diferenciado, com isso, você ganhará mais autoridade, mais visitas, mais compartilhamentos e consequentemente, caso seja seu objetivo, mais vendas.

Agora chegou a grande hora de botar os conhecimentos em prática.

Separe as palavras chaves adjacentes escolhidas durante o artigo e coloque-as como subtítulos do seu texto de forma pré-definida, desta forma você se organiza melhor, trabalha as palavras-chave certas e garante a praticidade da produção do seu texto.

Entendendo o público-alvo e a persona ideal

É primordial que você saiba a linguagem de comunicação ideal para a audiência que irá ler o seu post.

Para entender melhor o seu público-alvo, faça as perguntas certas, tais como:

  • Qual é a linguagem ideal para se comunica com seu público: Informal ou formal?
  • Por que as pessoas devem ler o seu post?
  • Qual é a proposta que você traz de forma única dentro deste conteúdo?
  • Quais são os objetivos, medos e sonhos do seu público-alvo?

De forma resumida, vamos listar abaixo algumas perguntas que são ideais para você entender o objetivo da criação do seu artigo? Confira!

  • Donos de blogs que querem trazer mais audiência e gerar autoridade com seus conteúdos;
  • Vendedores que querem apresentar de forma mais persuasiva os seus textos de sites;
  • Artesãos que querem mostrar o seu serviço ou produtos de forma mais convidativa;

O poder das introduções que prendem a atenção

Você sabe qual é o objetivo principal da introdução de um artigo?

É simplesmente criar uma expectativa no leitor, a introdução fará ele continuar lendo, caso seja objetiva, direta e convidativa. Nunca faça textos muito longo de início isso vai fazer as pessoas saírem do seu conteúdo com mais facilidade.

O intuito da introdução, como já foi dito, é simplesmente despertar a boa e velha curiosidade.

Exemplo: Você já passou por este tipo de problema?

O primordial aqui é criar uma forma de prender a atenção da pessoa mesmo, o ato de usar gatilhos mentais pode ajudar muito nessa hora.

Veja os 3 principais objetivos que nós temos que ter dentro da estrutura de um post matador:

  1. Despertar o interesse para que o visitante se envolva com o artigo e continue lendo;
  2. Envolvê-lo com um texto diferenciado fazendo com que ele continue lendo os próximos parágrafos do texto;
  3. Sempre use um call-to-action no final do texto, faça com que o seu leitor tome alguma atitude.

Lembre-se de dividir o seu texto em diversos pedaços

Quantas vezes você deixou para finalizar depois ou simplesmente desistiu de um texto que realmente era gigante?

Existe realmente o fato de ter um texto longo, mas você só enxerga dessa forma quando esse conteúdo foi criado de uma forma chata, não organizada e mal elaborado.

Lembre-se sempre de dividir o seu conteúdo, para que ele não se torne chato.

Procure sempre escrever no máximo 4 linhas em cada parágrafo. Isso facilita a leitura e diminui o cansaço visual do leitor.

Enalteça os seus sub-títulos usando boas imagens

Passo #4: Enalteça os seus sub-títulos usando boas imagens

Quando você coloca imagens nos seus subtítulos, você está dando vida ao seu conteúdo.

Já não é de hoje que os conteúdos estão cada vez mais visuais, não é à toa que os vídeos, infográficos e imagens cada vez mais tem procura.

Para você ter uma ideia as pessoas assistem muito mais vídeos do que leem artigos e talvez até você já saiba disso.

Tire por você mesmo, quantos vídeos você assiste? Agora, quantos artigos você lê?

A realidade está na sua resposta.

Sabendo disso, escolha boas imagens para promover no seu conteúdo, se possível coloque vídeos durante o seu texto.

revise o seu texto sempre para não cair em erros bobos

Passo 5# Sempre revise o seu texto para não cair em erros bobos

Você quer perder audiência e irritar os seus leitores? Então deixe para lá a sua ortografia, simplesmente não se preocupe com ela.

Com as novas mudanças da nossa língua portuguesam, junto com a dificuldade que já existem em nossa gramática é muito simples errar durante a sua escrita, eu mesmo não sou perfeito em meus textos, apesar de escrever há bastante tempo eu assumo que não sou o mestre da gramática, mas eu tento sempre minimizar isso.

Quando você erra pouco é tranquilo, mas quando você tem erros graves em seu texto, isso mostra que você não merece ter visitantes no seu site. Não sou que estou dizendo isso, os próprios leitores irão fazer isso por você.

Vou deixar abaixo 3 dicas simples e práticas para você melhorar e diminuir cada vez mais os seus erros ortográficos. Confira!

  1. Sempre revise o seu texto, não precisa ser hoje, você pode estar cansado, pode ser amanhã inclusive, mas não deixe de ler e tentar encontrar erros antes de postar;
  2. Peça para que alguém leia o seu conteúdo, uma visão de fora sempre ajuda muito;
  3. Procure sempre ler o seu texto em voz alta, isso vai diminuir as chances de erro.

Veja esta matéria do Viver de Blog sobre os 80 erros gramaticais que fazem você parecer um idiota.

Melhore sempre a leitura do seu texto

Passo #6: Melhore sempre a leitura do seu texto

Nenhum texto é perfeito quando escrito pela primeira vez. A melhor forma de sanar os problemas da escrita de um texto é a revisão do mesmo.

Isso pode soar cansativo, eu sei, ainda mais quando se trata de uma única pessoa para fazer tudo.

Mas você precisa entender que revisar é fundamental para você ganhar mais autoridade, engajamento, compartilhamento e vendas.

Precisamos quebrar os paradigmas para conseguir chegar em novos resultados.

Diminua o seu texto, corte palavras, parágrafos e trechos

Lembre-se que escrever com repetição atrapalha a leitura do seu visitante.

Você não precisa explicar um ponto de vista com mais palavras de forma chata, só para conseguir mais palavras no seu texto, muito pelo contrário, você não precisa ser redundante ou excessivo nas suas explicações.

Não fale de maneira complicada

Muitas pessoas acham que se escreverem usando palavras complicadas os leitores irão pensar: “poxa como esse cara é inteligente”.

A verdade é que você vai trazer um público que vai achar você chato e arrogante.

Tente simplificar o seu texto sempre, para fazer os seus leitores entenderem melhor o que você diz, um texto escrito de forma simplificadade gera muito mais visitantes, leitores e clientes.

Melhore frases que ficaram confusas 

Quando você escreve textos longos, acima de 2.300 palavras, você notará que algumas frases não fazem sentido na hora da sua revisão.

Para sanar este problema, pegue essas frases e deixe-as mais objetivas, facilitando assim a vida do seu leitor e consequentemente a sua.

O ato de contar histórias que engajam

Quando escrevemos na maioria das vezes esquecemos que as histórias podem prender melhor a atenção dos nossos leitores.

As histórias são incríveis para chamar a atenção do leitor, criando uma tela mental nele e cria um laço de emoção na leitura.

Quando você cria uma história envolvente, você não só trará um texto mais convidativo mais criará uma conexão emocional afetiva com os seus leitores, isso irá inspirar a ação e fará o seu público entrar em uma jornada de transformações e mudanças significativas.

Acrescente links externos e internos

Os links são excelentes para guiar os leitores do seu conteúdo durante o conteúdo. Não tenha medo de colocar links externos de seus concorrentes, além de dar mais uma opção de conhecimento agregador para seus leitores, você ainda estará fazendo algo que dará um melhor posicionamento nos mecanismos de busca.

Se você não criar links externos você estará sendo egoísta e não irá chegar muito longe.

Alguns estudos comprovam que a lincagem interna e externa irão melhorar o seu posicionamento nos mecanismos de busca.

Nem vou muito longe, olhe esta matéria sobre SEO do Neil Patel: Link building.

Lembre-se você não precisa colocar os links e simplesmente passar a relevância para outros sites, você pode usar: rel=”nofollow” nos seus links externos sem problemas.

Perca um bom tempo criando o seu título

Passo 7# “Perca um bom tempo” criando o seu título

Você costuma testar os seus títulos em um artigo ou simplesmente coloca o primeiro que vem na sua mente?

Os grandes sites que você vê tendo destaque nas primeiras páginas do Google usam pelo menos 70% do tempo da criação de um artigo criando títulos matadores.

É ideal que você tenha pelo menos 15 títulos diferentes para um único artigo.

Pergunte para alguém quais os títulos dos 15 a pessoa mais gostou e achou convidativo isso facilitará a sua escolha final.

Você pode até achar besteira, mas não é.

Sabe por que? Porquê simplesmente o título é o que fará um leitor decidir entre o seu artigo e do seu concorrente.

O título precisa ser forte, ele precisa atrair a atenção da sua audiência fazendo com que eles cliquem no seu conteúdo.

Neste artigo do site Marketing de Conteúdo você aprenderá como criar títulos impactantes.

Uma técnica que uso para criar os meus títulos é a AIDA, inclusive você aprenderá como usá-la em nosso curso de criação de artigos matadores.

Otimize a sua meta descrição 

Você não está pensando que acabamos a criação do seu conteúdo? Rs!

Ainda não meu amigo, para que um conteúdo seja realmente impactante você precisa prestar atenção não só no texto, no título ou nas palavras-chave, mas também precisará criar uma meta descrição otimizada.

Normalmente uma meta descrição bem definida é curta e vai até no máximo 156 caracteres, agora não se prenda neste número, pois o Google sempre o altera nas suas atualizações. Por isso, sempre confira e teste a sua meta descrição.

meta-descrição-imagem-exemplo

Por que devo otimizar a minha meta-descrição?

Tire por você mesmo, quando você faz uma busca no Google o que o faz escolher clicar em um conteúdo e não outro?

Te garanto que um deles é o título, porque realmente chama atenção e a segunda parte é a meta descrição.

Quando você otimiza de forma coerente a sua meta descrição, você garante estar um passo à frente da sua concorrência.

Call To Action Ideal

Passo 8# Escolhendo o Call To Action Ideal (CTA)

Qualquer conteúdo que você criei no seu blog ou site deve ter um objetivo, seja para assinar a sua lista, compartilhar nas redes sociais, criar links, vender algo. Independentemente do que seja, você precisa ter um objetivo principal nele.

Neste nosso artigo por exemplo queremos gerar compartilhamentos nas redes sociais, então se você quiser ajudar a mais pessoas conhecerem estas técnicas incríveis para melhorarem a criação de seus respectivos posts nos ajude compartilhando.

Como Escrever um Artigo Magnífico: Conclusão

Como diria nosso grande amigo Dale Carnegie:

A melhor maneira de nos prepararmos para o futuro é concentrar toda a imaginação e entusiasmo na execução perfeita do trabalho de hoje.

Dale Carnegie

Talvez nós não consigamos fazer algo realmente perfeito, mas podemos nos empenhar dando o nosso melhor nas tarefas diárias para conseguir grandes resultados à longo prazo.

Para que possamos finalizar, eu gostaria imensamente saber a sua opinião sobre este post.

Deixe um comentário logo abaixo sobre o que você achou da matéria, dê alguma dica extra para melhorias ou qual parte você mais gostou do post.

Lembre-se sempre que você é capaz de atingir grandes resultados e se você trabalhar duro hoje, você com toda certeza colherá os melhores e maiores frutos amanhã.

Até logo!

Facebook Comments

Diego Brasileiro

Comentários

Siga-nos

Não seja tímido, acesse nossas redes sociais. Adoro conhecer novas pessoas que possuem um interesse nos temas abordados neste blog.